fbpx

Percebo até hoje que a maior inquietação dos profissionais que me procuram além de se recolocar no mercado de trabalho é o reconhecimento profissional e a necessidade de crescimento organizacional.

Bem, para ajudar esses profissionais, meu primeiro desafio é descobrir a essência real do ser humano por trás de um cargo ou de uma profissão. Eu preciso entender a missão de cada um, sua essência.

Muitos se surpreendem quando toco nesse assunto e insistem: “- não Cláudia, eu não quero uma sessão de psicologia, só quero que a minha empresa me reconheça e me dê oportunidade de crescimento”. Ou ainda: “-Na verdade, só quero arrumar um emprego, onde eu tenha oportunidade de crescimento, onde estou não tenho essa chance”.

Como diria o gato do desenho Alice no país dos Maravilhas, “Quando não se sabe para onde vai, qualquer caminho serve”. Esse é o ponto chave que os profissionais ainda não aceitaram. Preciso saber quem eu sou, quais meus pontos fortes e o que preciso desenvolver. Regra básica, simples assim.

Quando anuncio oportunidades de emprego, muitas vezes recebo o mesmo currículo para todas as vagas disponíveis com requisitos totalmente distintos. Como assim? Será que esse candidato conhece sua essência? Sabe que não será tão bom no comercial como é no financeiro? Por exemplo.

O profissional precisa se conhecer para que a empresa também o conheça, para que ele passe segurança sobre sua atuação, sua qualificação, etc. E isso não é difícil, hoje o mercado disponibiliza ferramentas cientificamente validadas. Atenção, não estamos falando de qualquer teste na Internet, cuidado. Quem você é não pode ser definido de qualquer jeito, pois isso será a base do seu direcionamento profissional.

No momento em que eu fiz minha avaliação de perfil comportamental, meu sentimento foi de liberdade, de poder ser quem eu sou e de entender a expectativa das pessoas (pessoal/profissional) sobre mim, que algumas eu concordei e outras descartei, pois não considerei importantes.

Por isso, todo profissional dever ter sua avaliação de perfil como forma de potencializar seus pontos fortes, direcionando para cargos e careiras onde vai se destacar. Essa ferramenta melhora sua autopercepção e autoconhecimento e amplia horizontes. É uma ferramenta para conhecer quais suas competências e habilidades e como utilizar bem o seu potencial.

Sendo assim, conhecer seu perfil comportamental cria diferencial competitivo e facilita seu crescimento na empresa ou uma recolocação no mercado de trabalho. #Fica da Dica!

Grande abraço.

Cláudia Abel

Cláudia Abel

Especialista em Gestão de Pessoas e Coach de Carreira

Leave a Reply